Wolrd Music / 403 Views

Quem nunca ouviu e gostou de uma música dessa dupla? Impossível falar em anos 80 e não mencionar Roland Orzabal e Curt Smith, Tears For Fears.

Para qualquer fã, é impossível falar somente em uma música, porque cada tem sua história, seu significado, sua importância... São perfeitas! Mas no presente texto uma se destaca: "Sowing The Seeds Of Love".

Bem, todos conhecem a letra, sabem que não se trata de nenhuma canção de amor apenas por dizer "sowing the seeds of love", mas sim de uma canção de protesto. Foi escrita em 1987 durante as eleições gerais do Reino Unido. A música faz referências a Margaret Thatcher e à política daquele país à época (Politician Gannie with your high ideals, have you no idea how the majority feels?). Também faz referência referência ao músico Paul Weller, (" Kick out the Style! Bring back the Jam!"), Weller era o líder do The Jam, um grupo nascido na safra punk e que se notabilizou pelo cunho político. Em 1982, após lançarem o disco The Gift, Weller dissolveu o trio (The Jam) e formou, com o desconhecido tecladista, uma dupla chamada "The Style Council", que falava das mesmas coisas, mas ao som de jazz, soul e até bossa nova. Muitos fãs jamais perdoaram Weller por acabar com a banda "The Jam" e criar o "Style". E, ao que parece, Curt e Roland faziam parte dessa legião.

O título da canção "Sowing The Seeds Of Love", como toda a letra e também, como foi realizada, recentemente foi explicado pelo próprio autor, Roland Orzabal, em uma sessão especial do Spoty. O título foi inspirado em um programa de rádio que Orzabal escutava enquanto dirigia, e este programa falava sobre um homem que estava montando uma coleção de canções folclóricas tradicionais inglesas, e uma dessas canções era chamada de "The Seeds of Love", que ele tomou conhecimento a partir de um jardineiro chamado Mr. England (referência que ele faz em " Mr, England sowing the seeds of love").

Como agora Orzabal também está no twitter, também recentemente, o próprio, postou uma réplica a uma carta de um "crítico" de músicas e novamente explicou outros poucos trechos da música.

Na música quando o autor diz: "And the love train rides from coast to coast", na carta/réplica, ele afirma que o "trem do amor" realmente existiu, não se trata de uma metáfora lírica. Partia de Los Angeles para Nova Iorque, lá pelos anos de 1973, enfim, vale a pena ler esta carta, uma resposta bem irônica, bem ao estilo de Orzabal. 

Vale a pena destacar que embora muito se falou à época (e ainda se fala) sobre possíveis símbolos maçônicos no vídeo da música, Roland nunca se pronunciou a respeito. A melodia da música tem como referência clara o álbum Sgt. Pepper's dos Beatles, então apenas uma analogia.

Lembrando que embora a música seja velha (1989), o que importa é que música boa não fica velha, é atemporal, então vale para os antigos fans relembrarem, e os novos entenderem o real significado.

 
 

Comentários (1)

Rated 0 out of 5 based on 0 voters
Este comentário foi minimizado pelo moderador no site

Plantando as sementes do amor
Passou da hora de tomarmos uma posição
E sacudirmos as opiniões do homem comum
E o trem do amor viaja de costa a costa

O DJ é o homem que nós mais amamos
Você poderia, você poderia ser limpo para valer
E esmagar...

Plantando as sementes do amor
Passou da hora de tomarmos uma posição
E sacudirmos as opiniões do homem comum
E o trem do amor viaja de costa a costa

O DJ é o homem que nós mais amamos
Você poderia, você poderia ser limpo para valer
E esmagar qualquer esperança de democracia?
Como a manchete que diz você é livre para escolher

Há ovos em seu rosto e lama em seus sapatos
Um dia desses eles vão chamar isso de tristeza

Plantando as sementes do amor (qualquer coisa é possível)
As sementes to amor (Quando planta as sementes do amor)
Plantando as sementes do amor
Plantando as sementes do amor (qualquer coisa é possível)
As sementes to amor (Quando planta as sementes do amor)
Plantando as sementes do amor
 
Eu observo lágrimas em seus olhos
Eles recorrem aos céus
à procura de alguma espécie de intervenção divina
A comida sendo desperdiçada
Tão boa de comer, tão boa de saborear
Política velha com seus grandes ideais
Você não tem ideia de como a maioria se sente?
Sem amor e sem a terra prometida
Somos tolos diante das normas de um plano de governo
Dispensem o estilo, tragam de volta o The Jam!

Plantando as sementes do amor
Sementes do amor
Plantando as sementes
Plantando as sementes do amor
Sementes do amor
Plantando as sementes
Plantando as sementes
Os pássaros e as abelhas
Minha namorada e eu apaixonados

Sinta a dor
Converse sobre isso
Se você é um homem preocupado
Então grite sobre isso
Corações abertos
Sintam isso
Mentes abertas
Pensem nisso
Todo mundo
Leiam sobre isso
Todo mundo
Gritem sobre isso
Todo mundo (todo mundo)
Todo mundo (todo mundo)
Leiam sobre isso, leiam sobre isso
Leiam nos livros, nas frestas e nos cantos
Há livros para se ler

Plantando as sementes do amor
Quando você está plantando as sementes do amor
Plantando as sementes
Plantando as sementes do amor
Plantando as sementes
Plantando as sementes do amor
Plantando as sementes do amor

Está na hora de comer suas palavras
Engula o seu orgulho
Abra os seus olhos
Está na hora de comer suas palavras
Engula o seu orgulho
Abra os seus olhos

Passou da hora de tomarmos uma posição
E sacudirmos as opiniões do homem comum
E o trem do amor viaja de costa a costa
Cada minuto de cada hora
Eu amo um girassol
E eu acredito
No poder do amor
Poder do amor, poder do amor

Plantando as sementes do amor
Sementes do amor
Plantando as sementes
Plantando as sementes do amor
Sementes do amor
Plantando as sementes
Plantando as sementes do amor
Sementes do amor
Plantando as sementes

Um fim às necessidades
E aos políticos da ganância
Com amor

Leia mais
Oton de Oliveira
Ainda não há comentários publicados aqui

Deixe seus comentários

  1. Publicando comentário como convidado. Inscreva-se ou login na sua conta.
Classifique esta postagem:
Anexos (0 / 2)
Compartilhe sua localização

Related Videos